Ações da COA no combate a incêndios

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A Centro-Oeste Airports (COA) segue na luta para combater possíveis incêndios em sua área patrimonial. Essa luta passa, também, pela conscientização da comunidade aeroportuária e dos cidadãos que vivem e transitam em torno dos aeroportos.

Em Várzea Grande, onde fica localizado o Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, a COA instalou placas informativas por toda a extensão do muro patrimonial, para conscientizar e chamar a atenção sobre os perigos das queimadas, especialmente em momentos de tempo seco como acontece atualmente. Também foram realizados os aceiros, a fim de evitar a propagação do fogo para a área operacional, minimizando os impactos negativos com a flora e a fauna. Além disso, antecipamos a roçagem da área gramada para buscar dificultar a propagação de um possível incêndio que coloque em risco a segurança das operações aéreas na pista de pousos e decolagens.

A COA não mede esforços para realizar de forma contínua a comunicação entre os setores envolvidos nas operações aéreas, sempre aprimorando o gerenciamento de risco no aeroporto e o combate aos incêndios.

Queimada florestal é crime

Incêndios próximos ao aeroporto são uma grande ameaça à aviação civil. Queimada florestal é crime ambiental sujeito a multa e detenção, conforme preconiza a Lei Nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 e a conscientização da comunidade interna e externa do aeroporto é extremamente importante para evitar problemas com incêndios próximos à área operacional.

Conscientização e treinamento interno

Em julho de 2021, a Centro-Oeste Airports (COA) realizou um treinamento de brigadistas com colaboradores do Aeroporto Marechal Rondon. Com aulas teóricas e práticas ministradas pelos próprios militares, 28 novos Brigadistas estão aptos a atuar na prevenção e combate ao princípio de incêndio, assim como em ações iniciais de primeiros socorros em caso de emergência no aeroporto.