Aeroportos da COA registram aumento de movimentação no 1º trimestre de 2021

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A pandemia do novo coronavírus trouxe uma nova e desafiante realidade para todos no Brasil. A mobilidade foi um dos setores mais atingidos. Nos aeroportos administrados pela Centro-Oeste Airports (COA), em Mato Grosso, todos os serviços foram mantidos e a empresa desenvolveu um amplo plano de biossegurança para cuidar dos colaboradores e clientes, também já preparando para a retomada do setor aéreo.

Em 2020, três dos aeroportos da COA tiveram as operações da aviação regular suspensas – menos no Marechal Rondon, em Cuiabá, que fez parte da Malha Aérea Essencial da ANAC e continuou tendo voos. Desde junho do ano passado, a COA vem registrando aumento na movimentação de passageiros e de voos em seus aeroportos. No primeiro semestre deste ano, os voos foram retornando gradativamente, registrando aumento de movimentação com números próximos aos períodos pré-pandemia.

No Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, por exemplo, houve aumento de 60% no número de passageiros, comparando o primeiro semestre de 2020 com o mesmo período de 2021. No Aeroporto Piloto Osvaldo Marques Dias, em Alta Floresta, o aumento foi de 65%. Já no Aeroporto Maestro Marinho Franco, em Rondonópolis, o aumento foi de 23%. Em Sinop, o Aeroporto Presidente João Batista Figueiredo registrou aumento de 13% no número de passageiros, no período.

Com o avanço da vacinação e a reabertura gradual da economia, a COA aumento de passageiros e aeronaves nos próximos meses, com um cenário bem positivo para o restante do ano.